domingo, 23 de junho de 2013

VANDALISMO MARCA PROTESTO CONTRA A FALTA D’ÁGUA EM PARAIBANO-MA

Prédio da CAEMA completamente destruido
FT: Amaury Carneiro
Há tempos este blog de notícias solicita providências das autoridades competentes para solucionar o problema e nada foi feito, principalmente pelo governo estadual, o resultado está aí, a população indignada


Amaury Carneiro



Equipamentos da casa de máquinas danificados
Atos de vandalismo marcaram o protesto contra a falta d’água em Paraibano-MA, que reuniu cerca de 300 manifestantes na noite  deste sábado (22). Os ataques ao patrimônio público iniciou com cerca de 30 pessoas, elas derrubaram o muro do prédio da (Caema) Companhia de Água e Esgoto do Maranhão, pedras  foram arremessadas contra a sede do órgão e em seguida arrebentaram as portas, atearam fogo e destruíram cofres onde a empresa guardava documentação; depois partiram em uma atitude raivosa e brutal para casa de máquina, que também ficou totalmente destruída inclusive os equipamentos que controlam a distribuição de água para zona urbana.
O muro do prédio foi totalmente derrubado
A polícia foi chamada,  mas não pôde fazer nada, pois apenas três policiais estavam de plantão, e simplesmente ficaram atônitos observando os atos de vandalismo ao lado do promotor de justiça José Emanuel. “Já ligamos para o comando na cidade de São João dos Patos, para pedir reforço” disse o cabo J. Filho ao blog durante o protesto. Com a chegada do reforço policial os PMs já não podiam fazer mais nada, as edificações da Caema estavam totalmente destruídas; com rumores de que os manifestantes iriam para frente da prefeitura, os policiais se deslocaram até o prédio para fazer a segurança, porem não houve confronto.
A concentração dos manifestantes iniciou no início da noite, em frente ao prédio da Caema. Eles gritavam palavras de reiivindicações, como:  "Queremos água” - "Fora Roseengana". Em seguida percorreram algumas ruas da cidade e, retornaram para frente da Caema, onde os atos de vandalismo começaram. O clima pacífico durou pouco.
Eu, e algumas pessoas tentamos impedir a destruição pelo menos da casa de máquina, mais o esforço foi em vão. A avenida primeiro de Maio em frente ao órgão, ficou tomada por populares que também observavam perplexo a ação em sua maioria de adolescentes e jovens vândalos.
José Nilson, Gerente regional da Caema
José Nilson Coêlho, Gerente Regional da Caema, fez um depoimento sobre o assunto na manhã de hoje ao blog. Confira:
 “Nosso poços estavam realmente parados. Só que ontem sábado desde as 18 horas, conseguimos botar para funcionar, e hoje domingo, o abastecimento de água era para estar funcionando normalmente. Agora com esse atos de vandalismo por parte de algumas pessoas que depredaram o patrimônio público, o falta de abastecimento vai perdurar por mais alguns dias, pois nosso equipamentos que auxiliam no abastecimento foram todos danificados e destruídos; os poços estão funcionando, mais o abastecimento está prejudicado em função desses atos. Os manifestantes saquearam inclusive os aparelhos onde ficavam os códigos de comando".
PREVISÃO DO REESTABELECIMENTO D'ÁGUA E REFORMA DO PRÉDIO
“Vamos tentar consertar pelo menos uma das bombas de redistribuição, que poderá funcionar, ainda de maneirar irregular. Não temos previsão para o funcionamento de cem por cento do sistema, iremos fazer uma análise para podermos avaliar os prejuízos e dá uma posição à população. Quanto aos prejuízos do prédio onde funcionava o escritório foi perda total, a casa de máquina  da pra reformar, só que não será de imediato, pois as verbas da Caema foram reduzidas".
INFORMAÇÕES À DIREÇÃO EXECUTIVA
Ontem mesmo eu passei as informações , para o diretor de operações, ele disse que não é um acontecimento isolado, já aconteceu em outras cidades, que tem a Caema como alvo por se tratar de um órgão do Estado, e agora resta esperar pelas medidas cabíveis para poder restabelecer o fornecimento de água no município” Relatou o gerente regional
ENTENDA O CASO LENDO AS MATÉRIAS RELACIONADAS:




É BLOG NOTÍCIAS DE PARAIBANO INFORMANDO A POPULAÇÃO EM TEMPO QUASE REAL E EM PRIMEIRA MÃO.

VEJA MAIS FOTOS  EXCLUSIVAS DESTE BLOG DE NOTÍCIAS








WWW.NoticiasdeParaibanoMa.com
“Aqui Você Faz a Notícia”

13 comentários:

  1. Não são meros atos de vandalismo, sao simplismente gritos de eu existo, eu tenho direitos... Vem um dirigente agora colocar culpa nos atos polulacao pela futura falta de agua é no mínimo criminoso, e mt facil agora ele dizer que estava td resolvido. Qnd há meses a populacao vem clamando por água ...muitas vezes deixam de comer p comprar agua em carros pipas a situacao e insustentavel, foi a forma de serem em fim ouvidos, ninguem ali estava em busca de da transformacao brusca do pais, mas sim de mínimas condicoes humanas de sobrevivencia.
    Aqueles que fazem da revolucao pacifica algo impossivel, farao com que uma revolucao violenta seja inevitavel. John Kennedy

    ResponderExcluir
  2. Atitude altamente condenável, não se pode reivindicar dessa forma, porque não usar o pacifismo, esperar chegar segunda e reivindicar formalmente na caema diante de funcionários, imprensa de rádio, tv, blog, jornal, etc..., Paraibano demonstrou falta de comando pra coordenar o ato, o pior é que os gastos com prédios públicos virão pra nós mesmos pagar

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Gênero, número e grau..., perfeito quem postou esse comentário. Sandro Enfermeiro

      Excluir
  3. Não adianta procurar culpados, todos são culpados, pois a situação se encontra desta forma porque foram principalmente aqueles que depredaram o prédio que elegeram a Roseana Sarney, e Aparecida Furtado , Ari Furtado, Chico Castor, Dr. Zequinha e Pitó que nada fizeram em todos estes anos, e agora querem dar uma de valentões, mas o que se esperar de pessoas que vendem seus votos por sacos de cimento ou carradas de areia, é pura ignorância, chega de oligarquia, chega de bla, bla, blá, é preciso educação.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Finalmente alguém escreveu algo coerente aqui.
      Gostei!

      Excluir
  4. A população de Paraibano precisa abrir os olhos, pois todos o políticos de paraibano sempre puseram a culpa no governo do estado, de certa forma até é pautável, porém o que poucos sabem é que recursos como o FPM poderiam ser investidos na melhoria do sistema de abastecimento de água, assim como no calçamento de ruas( que por sinal a situação também está vergonhosa, tanto que todos os prefeitos logo que se elegem compram uma HILUX pra não sofrerem com a buraqueira) e demais obras para a melhoria da qualidade de vida da população, mas o que se vê é que parte deste recurso é usado para os salários dos empregos prometidos em campanhas e o restante fica para enriquecer os prefeitos... LAMENTÁVEL...Pois nós trabalhadores conseguimos sobreviver com um salário mínimo e ainda fazermos reformas em nossas casas, imagine uma prefeitura que arrecada milhões com o FPM, fica a sugestão aos prefeitos, façam uma rua por vez, ou pelo menos um poço a cada 2 anos, com certeza se quiser dá pra fazer!!!

    ResponderExcluir
  5. Em breve será a prefeitura

    ResponderExcluir
  6. Eduardo Freire :Amaury meu amigo todo mundo cobra, critica os políticos e isto é válido, eu estou aqui é para lhe parabenizar por esta cobertura, digna de profissional, valeu meu amigo, estou acompanhando tudo aqui do DF.aguardo contato eduardofreirem@hotmail.com até a vaquejada com água

    ResponderExcluir
  7. pq n usar o pacifismo? a qnt tempo a populacao vem sofrendo com problema de agua, a qnt tempo esta situacao esta presente na vida daquelas pessoas ... se nos colocarmos no lugar de cada um deles que sofre por essa condicao humilhante talvez saberemos pq simplismente n se calaram...e continuaram esperando essa situacao mudar..

    ResponderExcluir
  8. O vandalismo vem de longe, essa prefeita já raspou mais de 8 milhões dos cofres públicos e ainda usou o dinheiro do repasse dos professores em 2013 para reformar sua casa. Isso sim é vandalismo.

    ResponderExcluir
  9. Eu não sou a favor do vandalismo, mas tem bairro em Paraibano que sofre com a falta d'agua á 4 meses, e as autoridades simplismente figem que não esta vendo nada. o José Nilsom coelho,gerente regionel da caema falou que no sábado dia 22 tinha resolvido o problema da falta d'agua e que no domingo iria voltar a funcionar, mas com a caema toda destruida não tonha como e que ira demorar mais alguns dias. eu só queria dizer que ele concerteza inventou isso. ele é mentiroso, não tem vergonha na cara de ficar engando a população, e o engreçado é que os talão, não para de chegar, onde invez da gente pagar somente os talão tem que pagar um carro pipa se quizerem ter água. e a prefeita onde ela esta que não ver isso, ela bem que poderia uasr o nosso dinheiro para fazer mais poços. gente são mais de 120 dias de água, abre o olho Paraibano, cadê o dinheiro público? há lembrei ta nas contas das autoridades.desculpe qualquer coisa tinha que desabafar.

    ResponderExcluir
  10. Não concordo com esse ato de vandalismo.Vou dizer o porq...
    Primeiramente se fosse para resolver com ato de vandalismo 70% da população de Paraibano deveria destruir suas proprias casas.Eles são os grandes responsaveis pela falta de água em nossa cidade.Por q o "povo" é o culpado?Porq continuam elegendo a familia furtado a 40 anos e continuam dando uma votação de quase 70% para a Roseana nas eleições para satisfazer os anseios de Mariinha e Aparecida.Kad o Hilton franco que só criticava a administração anterior?Por q creticar não é mesmo meu caro Hilton?!?!?Sua familia toda ta mamando nas tetas da Prefeitua!!!!

    Obs:Lembro-me muito bem quando o Dr. José Rodrigues tentou municipalizar o abastecimento de água em nossa cidade e isso só não foi possívil por causa da atual Prefeita.Como ela tinha a maioria na câmara os vereadores votaram contra.

    Amauri...vamos ser imparcial, o ultimo comentario q eu fiz vc não postou.Te conheci mais imparcial!!!

    ResponderExcluir
  11. João Airton Santos Porto
    A declaração do gerente da CAEMA é, no mínimo, patética. Dizer que, coincidentemente, o problema da água estava resolvido na véspera do movimento e, agora, vai demorar por causa dos protestos, é brincar com a população paraibanense. Só mostra a incompetência dele e da instituição que representa. A forma como os protestos terminaram não pode ser defendida, seja qual for os motivos ou o sofrimento da população com o desabastecimento da água. A violência sempre traz consequências muito sérias, e a maior delas é a perplexidade que provoca nas pessoas e a consequente perca de racionalidade. Isso é muito ruim, pois é incompatível com a realidade democrática que vivemos e que foi tão caro, doloroso e sofrido conquistar. Ademais, a responsabilidade pela falta de água é muito mais da prefeitura que concede à CAEMA o direito de bastecer a cidade. Queimar as instalações da CAEMA não ajuda em nada e, além disso, é patrimônio público, patrimônio nosso.
    joaoairton@gmail.com

    ResponderExcluir

COMENTE COM EDUCAÇÃO.