sexta-feira, 23 de dezembro de 2016

COM QUEDA NA SAFRA DE CANA, PRODUÇÃO DE ETANOL NO MARANHÃO CAI 28,3%



Maranhão Hoje

A produção de cana-de-açúcar, no Maranhão, na safra 2016/17, será de 1,916 milhão de toneladas, o que significa uma queda de 21,9% na comparação com a da safra anterior, quando foram colhidas 2,455 milhões de toneladas. A estimativa da Companhia Nacional de Abastecimento (Conab) foi divulgada terça-feira (20) e de acordo com os números, o desempenho é resultado das reduções na área plantada, que caiu de 40,3 mil hectares para 39,5 mil hectares (-2,1%), e na produtividade, que era de 60.921 quilos por hectare e diminuiu para 48.576 quilos por hectare.

De acordo com a Conab, haverá, no entanto, um aumento de 7,6% no volume destinado à fabricação de açúcar, pois foram 94,8 mil toneladas na safra passada e serão 102,0 mil toneladas para essa finalidade na atual, o que provocará aumento de mil toneladas na produção do adoçante, que foi de 12,5 mil toneladas na safra 2015/16 e será de 12,6 mil toneladas na atual, ou seja, uma variação de 0,7%. 

Quanto à destinação para produção de etanol, a queda será de 23,1% porque, enquanto na safra passada foram 2,360 milhões de toneladas para esse fim, a estimativa para a atual é de 1,814 milhão de toneladas, o que, consequentemente, provocará uma queda, de 187,297 milhões para 134,293 milhões de litros, o que representa um recuo de 28,3%. A produção de álcool anidro será de 31,018 milhões de litros a menos, pois cairá de 146,165 milhões para 115.146 milhões de litros. Quanto ao hidratado, serão 21,984 milhões de litros a menos, pois de 41.132 milhões de litros, na safra passada, haverá uma diminuição para 19,147 milhões de litros.

A explicação está na distribuição do volume de cana, pois de 1,814 milhão de toneladas para etanol, 1,565 milhão serão para o anidro e 249,4 para o hidratado.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

COMENTE COM EDUCAÇÃO.