terça-feira, 15 de outubro de 2013

DIA DO PROFESSOR… COMEMORAR O QUÊ?


NoticiasdeParaibanoMa.com
Parabéns a todos os professores, principalmente àqueles comprometidos com a formação dos alunos e especialmente aos paraibanenses.

Sou filho de professora, sou professor ativo, tive excelentes professores. Considero esta uma das mais nobres profissões.
É com tristeza que vejo como a categoria está tão desvalorizada neste país e particularmente nos municípios do Estado do Maranhão.

As vezes me questiono: Como seremos um pais de primeiro mundo se massacram nossos queridos professores (as) em termos de salário e condições de trabalho? estes abnegados profissionais na minha humilde concepção tem que ter lugares (salas de aulas) decentes e adaptados para que os alunos e professores tenham conforto para que o conhecimento seja excelentemente transmitido e excelentemente recebidos pelos alunos, e com alto grau de aplicabilidade na carreira futura dos mesmos.

Segundo, como pode um professor estar com a cabeça “boa” se o salário não dá para mantê-lo e que ele dê exclusividade ao que faz, ou seja, prepara as futuras gerações a levar o país ao primeiro mundo? O nosso professor (a) terá que ter salário digno para que possa cuidar de sua família e ter tranquilidade para preparar planos de aulas.

Mas não,  para que possamos ter uma vida com o mínimo de qualidade,  temos que nos desdobrar e dar conta de dois, três ou até mesmo quatro empregos. (ocupações).

O Dia do Professor deveria ser o Dia do Futuro do País, porque o futuro de um país tem a cara da sua escola no presente. Olhe como são as escolas de uma Cidade, de um Estado, de um país hoje e você verá como será a cara do país no futuro. E, embora a escola e a educação não sejam apenas professor, e sim sejam os prédios confortáveis, bem equipados, com salas disciplinadas, em número reduzido, em horário integral, sem greves – apesar de que a escola é uma coisa muito mais ampla –, a cara da escola é a cara do professor.

Olhe para a cara de um professor, para o brilho nos olhos deles, e você verá a cara da escola. E a cara e os olhos dele dependem do respeito que a sociedade tem para com o professor.

E o respeito tem a cara do salário em países como o nosso, onde o salário é fundamental. Então, o salário é a cara do respeito que a sociedade dá ao professor. O respeito que o professor recebe da sociedade é a cara da escola, e a escola é a cara do futuro; logo, o futuro de um país tem a cara do salário de um professor nos dias de hoje. 

Em fim, que País é este? Que precisa fazer campanha de publicidade para pedir mais respeito e valorização ao educador?

UM PAÍS SEM VALORIZAÇÃO DA EDUCAÇÃO, É UM PAÍS POBRE!

Professor Amaury Carneiro e Professor Luiz Augusto Rossi  

4 comentários:

  1. eduardo: A MAURY CONCORDO 100 % COM SEU TEXTO, PARABÉNS A VC EM NOME DE TODOS OS PROFESSORES DE PARAIBANO

    ResponderExcluir
  2. Eduardo, tambem concordo quando vc diz professores comprometidos pois nem todos são, alguns porque não lutaram para conseguir o emprego foram "botados" por político esse não merecem parabéns; eduardosousa21@hotmail abraço em Dezembro estou aí.

    ResponderExcluir
  3. Se muitos professores que eu vejo por ai não tivessem o rabo preso com muitos políticos safados, essa realidade seria outra.

    ResponderExcluir
  4. Quase todos os professores feliz no pais das maravilha, ou seja, Alices

    ResponderExcluir

COMENTE COM EDUCAÇÃO.