segunda-feira, 7 de maio de 2018

ASSISTÊNCIA MATERNO-INFANTIL DO MA É AMPLIADA COM CONSTRUÇÃO DA MATERNIDADE DE COLINAS


Maternidade de Colinas tem 44 leitos, além de dois de isolamento, e conta com dois centros cirúrgicos, leito de estabilização, sala pré-parto, sala de RPA. 

A rede de cuidados materno-infantil no Maranhão ganhará, ainda neste primeiro semestre, o reforço da Maternidade de Colinas e permitirá o desenvolvimento de ações do Governo do Estado para o fortalecimento da atenção à saúde na região de São João dos Patos. A obra, no valor de R$ 8.386.327,87, foi executada pela Secretaria de Estado de Infraestrutura (Sinfra).

“Ao descentralizar a assistência materno-infantil no estado, a gestão Flávio Dino assegura às crianças o direito de nascer de forma segura e às mães todo suporte do pré ao pós-parto, com foco no atendimento humanizado”, destaca o secretário de Estado da Saúde, Carlos Lula.

A maternidade tem 44 leitos (24 para obstetrícia clínica, 17 para pediatria clínica e cirúrgica, um para cirurgia geral, um para clínica geral, um para neonatologia), além de dois de isolamento. Na estrutura, consta ainda dois centros cirúrgicos, leito de estabilização, sala pré-parto, sala de recuperação pós-anestésica (RPA). A unidade integra a rede de maternidades da Secretaria de Estado da Saúde (SES). São 2.700 m² de área construída.

O equipamento atenderá a região de São João dos Patos. A região inclui Colinas, Buriti Bravo, Jatobá, Lagoa do Mato, Mirador, Nova Iorque, Paraibano, Passagem Franca, Pastos Bons, São Domingos do Azeitão, São João dos Patos e Sucupira do Norte. A estimativa de gestantes por ano da região de São João dos Patos é de 4.142.

Expansão da rede    
 
A rede de cuidados materno-infantil no Maranhão tem garantido às maranhenses acesso seguro ao parto e tratamento humanizado. Em São Luís, são pontos de atendimento as maternidades de Alta Complexidade do Maranhão, Nossa Senhora da Penha e Complexo Hospitalar Materno Infantil, formado pelo Hospital Dr. Juvêncio Mattos e a Maternidade Benedito Leite.

Já no interior do estado, são referência o Hospital Regional Materno Infantil (HRMI), em Imperatriz; Hospital Regional de Balsas; Hospital Regional de Barreirinhas; Hospital Regional de Alto Alegre do Maranhão; Hospital Macrorregional Alexandre Mamede Trovão, em Coroatá; Hospital Regional de Carutapera; Hospital de Paulino Neves; Hospital Regional Alarico Nunes Pacheco, em Timon; Hospital Regional de Morros; e Hospital Regional Adélia Matos Fonseca, em Itapecuru-Mirim.

A Maternidade de Colinas vai expandir a rede de cuidados materno-infantil no Maranhão, garantindo um parto referenciado para as mulheres da Regional de Saúde de São João dos Patos. Além disso, amplia também a linha de triagem neonatal, que inexistia na região.
“Com a nova unidade, vamos ofertar os testes do Coraçãozinho, do Pezinho, do Olhinho, da Linguinha e da Orelhinha. Isso irá garantir um diagnóstico precoce e um rastreamento de possíveis doenças a serem tratadas, posteriormente, nos nossos outros estabelecimentos de saúde”, ressalta a secretária adjunta de Assistência à Saúde da SES, Carmen Belfort.

Fonte: Gov.Ma.gov

Nenhum comentário:

Postar um comentário

COMENTE COM EDUCAÇÃO.