quinta-feira, 26 de janeiro de 2017

SÃO FRANCISCO DO MARANHÃO REALIZA CONFERÊNCIA DA AGRICULTURA FAMILIAR


 O superintendente regional de articulação política do estado, Jardel Miranda, participou do evento.
A Prefeitura de São Francisco do Maranhão promoveu aos agricultores do município a “I Conferência da Agricultura Familiar”, cuja discussão teve como base o desenvolvimento local com a utilização da mão-de-obra dos franciscoenses por meio de parcerias firmadas com o governo estadual e instituições financeiras como o Banco do Brasil e Banco do Nordeste.
A Conferência foi realizada na quarta-feira (25), no Ginásio Poliesportivo Municipal, o evento contemplou a adoção de medidas emergentes para o município, tendo como eixo principal o crescimento econômico.
O prefeito Adelbarto Santos esteve acompanhado da sua equipe de governo, secretários e vereadores. Ele fez a abertura da Conferência tendo como foco principal a restauração da Agricultura Familiar local.
“Aumentar a nossa produção é o que nós definimos como objetivo para esta Conferência. Nós entendemos que podemos fazer uma parceria muito boa com o Banco do Brasil, Banco do Nordeste e Agerp”, disse ele ao afirmar que 84% da população local depende da agricultura familiar.
São Francisco do Maranhão tem o pior Índice de Desenvolvimento Humano (IDH) dos 16 municípios que compõem a região do Leste Maranhense, segundo o Instituto de Geografia e Estatística (IBGE).
Mudar esse índice herdado de gestões anteriores, segundo Adelbarto, é o foco principal da sua gestão. “Se a gente preparar e incentivar o agricultor, nós podemos melhorar, tanto a parte financeira quanto esses índices relacionados ao desenvolvimento do município”, completou.
Ainda na Conferência, o prefeito anunciou a doação de 1 hectare de terra a 50 mulheres para plantio de hortaliças, mão de obra que, segundo ele, vai garantir renda a muitas famílias de São Francisco do Maranhão.
Para a execução do projeto, o prefeito deu como prazo o início do mês de março. O mesmo será feito na comunidade Tapera, à beira do rio Parnaíba. “Nós já conseguimos, através da Agência Estadual de Pesquisa Agropecuária e de Extensão Rural do Maranhão (Agerp) e do Governo do Estado, um kit de irrigação. Nós queremos que toda a alimentação destinada ao hospital e às escolas seja produzida aqui no município garantindo renda aos nossos produtores locais.”
Como parte da meta de melhoria do IDH, o prefeito anunciou a divisão do município em três polos diferentes: 1 – da beira do rio ao Novo Estado, será para cultivo de leite e hortaliças; 2 – da Boa Esperança à Várzea Comprida, a área será destinada à criação de bovinos, caprinos e ovinos; 3 – a região do São Bento será destinada à produção de feijão, abóbora e milho.
“A ideia é dividir toda a nossa agricultura por polos, e a gente trabalhar com investimentos bancários para restaurarmos a agricultura familiar. A nossa Secretaria de Agricultura será referência muito grande neste governo.”
“Hoje nós temos o início das mudanças da política pública de São Francisco do Maranhão. Nós vamos procurar intensificar cada vez mais as ações da agricultura porque quase 90% da nossa população sobrevive dela (da agricultura)”, afirmou o vice-prefeito, Júnior Furreca.
Para o articulador político do governo do Maranhão, Tio Jardel, a Conferência serviu também para uma aproximação positiva entre o agricultor e as instituições financeiras.
“A avaliação que faço é positiva porque em menos de um mês de governo, o prefeito Adelbarto tem mostrado atos de coragem diante da real situação de dificuldades do município. Ele realizou esta Conferência para mostrar aos produtores o caminho da produção da agricultura familiar. Esta é uma oportunidade para que a população conheça essas três entidades (Agerp, BNB e BB) como fonte de recursos para fomentar a própria produção”, afirmou.
O gerente do Banco do Nordeste de Floriano, Vicente Furtado Pinto, parabenizou a iniciativa do gestor em buscar soluções para o crescimento do município. Ele defende a formação de parcerias locais para agilizar o processo de liberação de recursos em novas linhas de crédito em São Francisco do MA.
Ele afirmou que em 39 anos de atuação no banco, Adelbarto foi o primeiro gestor a procurar a instituição como parceira para o crescimento do município. Segundo ele, a prefeitura será avalista dos proponentes nas novas linhas de crédito que serão abertas aos agricultores de São Francisco do MA.
“São poucos os gestores municipais que procuram o Banco do Nordeste para discutirmos o apoio do banco ao município. Isso é lamentável porque o banco é federal e tem muitos recursos para emprestar a todos os setores da economia. É como digo, o desenvolvimento é local. De nada adianta o Banco do Nordeste estar em Floriano se não houver uma ação do município para que esse recurso venha para São Francisco. O papel do próprio banco diz que ele deve estar em todos os municípios”, disse ele.
“Não há como alavancar a economia sem passar pelo agricultor por que ele que produz, que compra e consome. Vamos nos reunir posteriormente com os empresários e consumidores para incentivá-los a vender e a consumir. A intenção é realmente essa, juntar as forças para que, de fato, possamos restaurar a nossa economia”, encerrou o prefeito.
A Agerp esteve presente e o gestor Ednaldo Quirino parabenizou ao prefeito pela iniciativa e afirmou a disposição do agencia em participar ativamemte do projeto.
"O Governo do Estado já atua no município com o "Mais IDH" e com essa disposição do prefeito Adelbarto em priorizar a agricultura famliar não tenho dúvida que a nossa parceria será muito mais efetiva, estaremos presente com nossos técnicos auxiliando os agricultores com assistência técnica" afrimou Quirino.
Ao final da Conferência, foram sorteados entre os agricultores acessórios agrícolas como enxadas, facões, matracas para plantio de arroz, entre outros.
Fonte: http://somosnoticia.com.br

Nenhum comentário:

Postar um comentário

COMENTE COM EDUCAÇÃO.