sexta-feira, 13 de janeiro de 2017

GOVERNO DO ESTADO AUTORIZA CONSTRUÇÃO DE SETE NÚCLEOS DE EDUCAÇÃO INTEGRAL

Os municípios contemplados são Santa Inês, Vargem Grande, Codó, Viana, Açailândia, Zé Doca e Santa Luzia

Governador assinando a ordem de serviço...
 Ascom.gov.ma

O governador do Maranhão, Flávio Dino, assinou, nesta quinta-feira (12), ordens de serviço para a construção de sete Núcleos de Educação Integral, que atenderão milhares de alunos da rede pública, nos municípios de Santa Inês, Vargem Grande, Codó, Viana, Açailândia, Zé Doca e Santa Luzia. “Nosso objetivo é melhorar e estender o ensino integral no Maranhão. Esse é um projeto que está no caminho certo”, afirmou Flávio Dino.

Os núcleos fazem parte de um modelo de transição entre a educação regular e o ensino em tempo integral, e serão construídos para atender estudantes de diversas escolas da região, que poderão exercer atividades no contraturno. “Os Núcleos de Educação Integral são estruturas que vão servir a viárias escolas ao mesmo tempo”, detalhou o governador.

Com recursos da ordem de R$ 5,5 milhões, a construção destes núcleos beneficiará aproximadamente 25 mil estudantes potenciais da Rede Pública Estadual e das redes municipais. “Os núcleos estarão de portas abertas para atender, também, alunos das redes municipais e até mesmo estudantes de outras cidades que tenham interesse em integrar os núcleos. São obras de grande relevância, e demonstram, mais uma vez, o compromisso do governador Flávio Dino com a educação maranhense”, destacou o secretário de Educação do Maranhão, Felipe Camarão.

Também presente na cerimônia, o secretário de Infraestrutura do Estado, Clayton Noleto, apresentou o projeto de infraestrutura dos Números de Educação Integral. Os núcleos serão construídos especialmente para o desenvolvimento de atividades complementares aos componentes curriculares da escola regular, nos quais os estudantes poderão desenvolver diversas atividades artísticas, esportivas, de laboratórios, reforço escolar, entre outras.

A Rede Estadual de Ensino do Maranhão deu um importante salto na oferta do Ensino Médio, com foco na formação integral. Em 2017, mais 15 centros de ensino passarão a funcionar em tempo integral, sendo 11 Centros de Educação Integral, os chamados Centros ‘Educa Mais’, que entrarão em funcionamento em seis cidades, além de mais quatro unidades plenas do Instituto de Educação, Ciência e Tecnologia do Maranhão (Iema) que estão sendo instaladas em quatro municípios. Com estas unidades, o Maranhão passará a ter mais de 6,5 mil alunos da rede pública estadual cursando o Ensino Médio em escolas de tempo integral.

“Desde os primeiros dias da gestão, o governador Flávio Dino vem centrando esforços para retirar o Maranhão das últimas posições nos indicadores educacionais e uma das ações adotadas como estratégia para mudar esse cenário é o desenvolvimento integral do estudante maranhense, com a implantação da educação em tempo integral na Rede Estadual de Ensino. Começamos com os IEMAs, que integram o ensino médio com a oferta de cursos técnicos, e agora estamos partindo para as escolas acadêmicas”, destacou Felipe Camarão.

Os Centros ‘Educa Mais’, como serão chamadas as unidades de Educação de Tempo Integral, estão sendo instalados em escolas da rede estadual nos municípios de São Luís (seis unidades), Alcântara (1), Santa Inês (1), São José de Ribamar (1), São Bento (1), Timon (1). As unidades atenderão cerca de 5 mil estudantes da Rede Estadual, com este novo modelo de escola pública que visa o desenvolvimento dos estudantes em todas as suas dimensões – intelectual, social, cultural, física e emocional.

 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

COMENTE COM EDUCAÇÃO.