quinta-feira, 31 de outubro de 2013

FALECEU O EX-JUIZ DE DIREITO DR. ODON CARVALHO

Dr. Odon, era um fanático torcedor do
time do Vasco da Gama
Faleceu  ontem (30/10), às duas da manhã, o advogado e ex-juiz de direito em Paraibano-MA e  Colinas-MA,  Odon Francisco de Carvalho,  aos 65 anos. Ele se encontrava muito debilitado, devido a uma cirurgia feita para colocação de uma válvula em seu coração.

O jovem Odon Francisco de Carvalho, após formar-se em direito na Paraíba, passou a advogar na cidade de Imperatriz. Ingressando  na magistratura maranhense, iniciou seu trabalho de juiz na comarca de paraibano,  onde fez bons e relevantes trabalhos  ao povo desta terra. De Paraibano, foi transferido para a comarca de Colinas e em seguida para a de Açailândia e, depois, para a capital.

 Quando completou o tempo de serviço necessário à aposentadoria, dr. Odon deixou a magistratura, voltando a atuar como advogado, na cidade de São Luís,  Paraibano e Colinas, onde montou escritório com seu genro, o advogado Lamarck Cristine. Nas últimas eleições da ordem dos advogados do maranhão (oab/ma), no ano passado, dr. Odon Carvalho, comandou o pleito, como presidente da comissão eleitoral, tendo desenvolvido irrepreensível trabalho, com ilibada conduta, reconhecido por todos.

O corpo do Dr. Odon foi velado no salão de velórios da pax união, em são luís, com a presença de familiares, magistrados, advogados e grande número de amigos, tendo a oab/ma lhe prestado homenagem com registro em seu site de sua morte  e remessa de coroa de flores. Seu enterro ocorreu no parque da saudade, no araçagy. O pranteado advogado deixa viúva e três filhos.   
Fonte: oabma.gov.br

Um comentário:

  1. João Airton Santos Porto
    Uma notícia triste para o município de Paraibano. Dr. Odon se notabilizou como exemplar pai de família e também, por ter sido uma exceção no labor da magistratura em Paraibano. Ao contrário de tantos outros juízes que passaram por Paraibano, Dr. Odon foi o único que residiu 'realmente' e se envolveu com as peculiaridades da cidade. Com isso, criou vínculos de amizade e voltou a morar e conviver com os paraibanenses. Um exemplo a ser seguido.
    joaoairton@gmail.com

    ResponderExcluir

COMENTE COM EDUCAÇÃO.